Mono na PGE do Ceará

Posted onLeave a comment

Na última semana de janeiro estive no Ceará para uma visita, como sabia do uso de Mono pelo pessoal do PGE (Procuradoria Geral do Estado) resolvi agendar uma visita para conhecer o que e como eles estavam fazendo, foi uma grata surpresa, eles não só estão usando Mono e Linux como estão fazendo as coisas como deveriam sempre ser feitas.

A primeira coisa que me chamou a atenção foi o fato de que ao invés de fazer como alguns fazem por aí que é uma migração vagarosa evitando traumas, eles colocaram Linux em todas as estações de desenvolvimento e ponto, nada de “dual boot” com Windows ou máquinas virtuais. O aspecto positivo é que o pessoal teve de se adaptar rápido, e ao contrário do que costuma ocorrer, em menos de um mês já estavam sendo produtivos com as novas ferramentas (conheço empresas que estão tentando implantar Linux a mais de um ano e ainda há resistência).

A opção pelo OpenSUSE 10.3 também parece ter facilitado as coisas, a versão de Mono que acompanha outras distros como o Ubuntu e Debian são um pouco ultrapassadas e deixam a desejar tanto no ambiente de desenvolvimento (o MonoDevelop) como como nas bibliotecas.

Conversando com a equipe técnica constatei que já haviam algumas aplicações .NET que faziam uso de banco de dados Postgres, a migração foi tranqüila e em tempo recorde. As aplicações .NET que rodavam sob Windows executaram tranqüilamente no Linux usando o Mono. Isso me deixou feliz por saber que a migração sem necessidade de reescrita de código não só prova o quão maduro o Mono está mas também economizou muito dinheiro dos cofres públicos, dinheiro quer vem dos impostos, impostos que são pagos por nós.

A equipe de desenvolvimento composta por trinta desenvolvedores usa o MonoDevelop como ferramenta de desenvolvimento e apesar de sentirem a ausência de um “asp.net designer’ estão indo muito bem. É bom ver um órgão público caminhando da direção certa.

Aproveito para agradecer ao Alcy, Mauricélio e a toda a equipe técnica por toda a atenção dada durante minha estadia em Fortaleza além de parabenizá-los pelo excelente trabalho que está sendo feito.