Nerd meme: hacks para sua geladeira!

Posted on

Atendendo ao “meme” proposto pelo Fábio Telles e já atendido pelo Jefferson Alexandre.

Embora a idéia da geladeira tenha parecido interessante, após uma reflexão que me custou uma tarde de trabalho (na verdade eu estava no dentista sem WIFI) cheguei à conclusão de que a idéia não é tão boa, aproveito então para discordar dos meus colegas e explicar as razão pela qual não compraria uma geladeira dessas. Abaixo a suposta saga:

  • Imagine que a geladeira dê algum problema. Você então pensa em procurar o telefone da autorizada pelo Google e descobre que sendo a geladeira o roteador você está sem internet.
  • Depois de procurar em gavetas e caixas por duas horas você finalmente encontra aquele maldito “papelzinho” com a lista de autorizadas. Quando corre até o telefone lembra que ele é um IPPhone e que portanto não está funcionando.
  • Corre até o “orelhão” (telefone público) mais próximo e descobre que terá de ir até a padaria mais próxima comprar um cartão, chagando lá percebe que eles não tem dinheiro, vai até o banco mais próximo retira dinheiro, vai à padaria, compra um cartão e depois corre pela cidade procurando por um telefone público que funcione.
  • Após essa maratona, chega em casa cansado e nada melhor que uma cervejinha gelada para aliviar, descobre que a cerveja está quente uma vez que a geladeira não está funcionando.
  • Isso te deixa puto e nada melhor que um “cafezinho” para acalmar, a minha geladeira teria a opção de cafeteira então nem preciso explicar.
  • Enquanto aguarda uma semana até a chegada do técnico você ficaria sem TV, sem poder ouvir seus MP3, sem jogar StarCraft, sem notícias, sem ler seus e-mail além de ter de almoçar e jantar no restaurante mais próximo de casa que não serve lá grande coisa.
  • Depois de perder a namorada e a vontade de viver ainda descobriria que o técnico apenas formataria e reinstalaria o sistema operacional, fazendo você perder todos os dados.

Como vêm é melhor um aparelho para cada coisa, ou como diria o Jack, um “foo” para cada utilidade.